620 – Na Jornada Para Jerusalém

1 Na jornada para o Céu,
Vivo sempre a meditar.
Muito alegre vou cantando
E seguindo pro meu lar.
Muito alegre vou cantando
E seguindo pro meu lar.

Coro
Sei que é certa a vitória,
Que Jesus me garantiu:
Eu vou chegar à Glória (bis)
Que o mortal inda não viu.

2 Caminhando com Jesus,
Meu prazer sempre aumentou:
Revelou-me o amor da cruz,
Que meus crimes perdoou
Revelou-me o amor da cruz,
Que meus crimes perdoou.

3 Um clarão da luz do Céu
Minha alma iluminou
Então vi o abismo eterno
Do qual Deus já me salvou.
Então vi o abismo eterno
Do qual Deus já me salvou.

4 Nesta senda gloriosa,
Me ajude o meu Rei:
Tenho paz, e mui ditosa,
E mais paz no Céu terei.
Tenho paz, e mui ditosa.
E mais paz no Céu terei.

J.P.C.

https://malucoporjesus.wordpress.com

Anúncios

622 – Tão Grato me é Lembrar

1 Tão grato me é lembrar
Que cada dia estou
Mais perto do celeste lar,
Em que morar eu vou!

Coro
Cada vez mais perto do lar,
Perto do meu eterno lar,
Em que morar eu vou.

2 Em breve vou partir
Pra onde não há dor.
Delícias no céu vou fruir
Naquele lar de amor.

3 O Mestre, que leal
Eu seja sempre aqui!
Pois quero junto aos salvos mil
Contigo estar ai.

P.C.

https://malucoporjesus.wordpress.com

623 – Oh, Sim, Bem Sei

1 Oh, sim, bem sei que o Redentor
Nos altos céus está;
Que vê-lo-ei ao regressar,
E a vida me dará.

2 À plena luz dos olhos meus
Verei o Salvador;
Em carne, sim, verei a Deus,
Na paz do céu de amor.

3 Oh, sim, bem sei, bem certo estou
Que vive, além, meu Rei;
E pelo seu eterno amor,
Com Ele viverei.

H.I.D.

https://malucoporjesus.wordpress.com

624 – Anseio um Lugar de Amor

1 Anseio a paz, um lugar de amor!
Saudoso estou deste lar feliz;
Subir em vestes de fulgor
Ao sempiterno, bom pais.

2 Jamais virão os pecados vis
A penetrar nos portais de luz;
Será no centro do pais
O trono eterno de Jesus.

3 Ali fruir infindáveis paz,
Ali viver são os sonhos meus;
E o doce enlevo que me traz,
Real se torne, queira Deus !

J.G.W

https://malucoporjesus.wordpress.com

625. Glória Indizível

1 Tenho lido da bela cidade
Situada no Reino de Deus,
Amurada de jaspe luzente,
E juncada com áureos troféus.
Bem no meio da praça eis o rio
Da vida e vigor eternal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal.

Coro
Jamais se contou ao mortal!
Jamais se contou ao mortal!
Metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal!

2 Tenho lido dos belos palácios,
Que Jesus foi no Céu preparar,
Onde os santos fiéis, para sempre,
Mui felizes irão habitar;
Nem tristeza, nem dor, nem velhice
Veremos no lar paternal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal.

3 Tenho lido das vestes brilhantes,
Das coroas que os crentes terão,
Quando o Pai os chamar proclamando:
– “Recebei eternal galardão!”
Tenho lido que os santos na glória
Tem gozo e prazer perenal.
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal.

4 Tenho lido da história bendita
De Jesus, o fiel Redentor,
Que por nós padeceu no Calvário
E recebe ao mais vil pecador.
Tenho lido do sangue vertido
Que a todos redime do mal;
Mas metade da glória celeste
Jamais se contou ao mortal.

J.B.A./O.F.P.

https://malucoporjesus.wordpress.com