Tenha mito CUIDADO com as Seitas e Heresias Religiosas – MEDITE NA BÍBLIA, dia e noite !!!


Todo ano, milhares de pessoas estão se filiando a uma nova seita. Um número surpreendente deles se dirá crentes evangélicos. Eles poderão ser amigos, parentes ou membros de sua igreja. E… é até possível que você esteja entre eles!

Nem sempre os crentes estão imunes às atividades e satisfação que as seitas oferecem. Contudo, as deserções poderão ser evitadas se estivermos alerta acerca das áreas vulneráveis e procurarmos dar alguns passos positivos no sentido de fortificar essas áreas. Um estudo sobre as seitas proeminentes, do ponto de vista das necessidades humanas, que elas preenchem, revela várias fraquezas entre os cristãos e suas igrejas, que colocam os crentes frente à sedução das seitas. Para descobrir se você é vulnerável a se tornar membro de uma seita, faça os seguintes testes:

1. Seu conhecimento bíblico e apologético
Depois de ouvir uma preleção introdutória da Igreja da Unificação (a seita do Rev. Moon), é possível entender como os crentes que ainda não conhecem o conteúdo e os princípios de interpretação da Bíblia possam ser fisgados facilmente. O preletor fazia citações ou referências a um ou outro versículo bíblico, a maioria das vezes retiradas do seu contexto, fazendo uma preleção que soava com uma lógica aparentemente válida.

Cristãos que são biblicamente ignorantes, ou que têm uma compreensão meramente superficial da Bíblia, são os primeiros candidatos para esses tipos de explicações. Exceto a maioria dos grupos orientais, tal como Hare Krishna, muitos membros das seitas citam numerosos “textos de prova” da Bíblia – retirados do contexto – para afirmar suas doutrinas.

As testemunhas de Jeová são famosas por sua habilidade de confundir seus oponentes, citando dezenas de versículos que parecem apoiar sua teologia estranha. Todavia, freqüentemente, os crentes não são hábeis para sustentar biblicamente suas próprias convicções e confrontar os falsos ensinamentos e interpretações impróprias. Outros são atraídos por “novas revelações” de seitas como a Igreja Apostólica da “Santa Vó Rosa” ou o profeta William Soto Santiago.

Exame individual:
O que você crê a respeito das doutrinas básicas (Bíblia, Trindade, Deus, Homem, Salvação, Espírito Santo, Igreja, Escatologia, Anjos), e por que crê assim? Você consegue sustentar suas convicções usando a Bíblia? Você está envolvido pessoalmente com um estudo diário e sistemático da Bíblia? Você conhece os princípios de uma sólida interpretação bíblica? Você lê livros e toma aulas de teologia, apologética e exposição bíblica?

Exame para a liderança da igreja:
Na sua pregação, o que tem mais ênfase e autoridade: a Bíblia ou as experiências espirituais? Você ensina as doutrinas básicas da fé cristã aos novos convertidos? Você tem planos de ensinar teologia, métodos de estudo bíblico, hermenêutica (interpretação bíblica) e apologética (a defesa da fé), nos sermões, Escola Dominical, escola bíblica de férias, ou outras aulas especiais?

2. Sua doutrina no dia-a-dia
A maior atração do Templo do Povo de Jim Jones era a aparente integração dos fiéis e o estilo de vida, que resultou em ação na ajuda para suprir as necessidades da comunidade. A igreja também demonstrava unidade com a integração racial. O Rev. Moon e a Igreja da Unificação têm atraído milhares de jovens em idade universitária porque ele promete aos seus seguidores uma maneira revolucionária para resolver os problemas do mundo e vencer o comunismo – o qual havia profetizado que suplantaria a democracia – como sabemos essa profecia falhou. Outros incontáveis jovens seguem a Igreja Mórmon porque ela oferece uma sociedade cooperativa que cuida das necessidades de seus adeptos através dos seus serviços de “bem-estar”. Muitas pessoas procuram centros espíritas e terreiros de umbanda para resolver seus problemas particulares pelos conselhos que recebem das entidades espirituais.

Em contraste, as verdadeiras igrejas cristãs têm muitas vezes se desviado para uma doutrina divorciada da vivência prática do dia-a-dia. Em muitos casos, os cristãos falham em aplicar as verdades da Bíblia aos problemas do povo de uma maneira prática. Estamos tão inquietos quanto ao caminhar para um “evangelho social”, que muitas vezes acabamos perdendo o equilíbrio entre a pregação do Evangelho e o socorro àqueles que passam necessidades.

Exame individual:
Você aplica o ensino bíblico à sua vida diária? Você já desenvolveu uma ética social cristã baseada na Bíblia? De que maneira você está envolvido em ajudar a suprir as necessidades de outra pessoa ou grupo – por exemplo: favelados, crianças abandonadas, ou viciados? Os seus amigos não crentes e vizinhos o conhecem como alguém que se preocupa com suas vidas e não apenas com suas almas?

Exame para a liderança da igreja:
Você ensina que a vida cristã é uma maneira completa de viver, que não enfatiza apenas o aspecto espiritual? Você encoraja as pessoas a demonstrar a fé ajudando outras pessoas? Você encoraja pessoas de outras raças ou níveis sociais a freqüentar sua igreja, ou não as recebe?

3. Seu senso de comunidade dentro da igreja local
Os crentes ex-membros do Templo do Povo testemunham que a amizade e o senso de comunidade os atraíram para aquela seita. Os moonistas demonstram tanta intimidade, polidez e amizade, que muitos jovens solitários querem aderir ao grupo. Outros são seduzidos pelos Meninos de Deus, atualmente conhecidos como A Família, por causa das promessas de segurança e relacionamentos íntimos – e até sexuais – sem aparentes compromissos.

Os mórmons aprendem vários métodos de ganhar novos adeptos pela amizade usando o folheto “Preciso de um Amigo”. Ao menos na aparência, muitas seitas oferecem amor fraterno, sustento e aceitação. Achando sua igreja fria, e que não se preocupa com seus membros, ele se volta para outros grupos onde se sentirá mais confortável, íntimo e reconhecido.

Exame individual:
Com que freqüência você dá as boas-vindas aos visitantes de sua igreja e os contata durante a semana? De que forma você procura demonstrar amor fraternal às pessoas solitárias, com problemas, e doentes de sua igreja? Você convida pessoas ou famílias com quem você raramente mantém comunhão para jantar em sua casa, ou os visita caso faltem ao culto? Você compartilha seus conflitos e falhas com membros de sua igreja? Os irmãos de sua comunidade podem contar com você para enfrentar as duras provas da vida?

Exame para a liderança da igreja:
Você reserva tempo toda semana para que os membros da igreja possam compartilhar suas alegrias e necessidades uns com os outros? O que você está fazendo para promover um ambiente onde os membros sintam-se à vontade para compartilhar seus conflitos e falhas? Você incentiva as pessoas a comunicar suas dúvidas e procura ajudá-las a resolvê-las? Você conhece as necessidades do seu povo? O que você está fazendo para suprir estas necessidades?

4. Imaturidade ou amortecimento espiritual
Muitos crentes professos, que acabam entrando para uma seita, são crentes novos que não foram discipulados, ou são crentes antigos que se tornam bebês espirituais. A imaturidade os fez presas fáceis de seitas que usam a Bíblia e possuem um linguajar evangélico.

Crentes que estão vivendo para si mesmos em vez de se submeterem ao senhorio de Cristo podem ser fisgados por qualquer grupo que for simpático aos seus desejos carnais. Outros crentes são enganados por seitas como o Tabernáculo da Fé de William Branham. Muitas vezes, nossa ênfase acerca da sã doutrina tem tido a tendência de extinguir a alegria da fé cristã. Alguns têm perdido o equilíbrio da Igreja do primeiro século entre a ortodoxia e o gozo da nova vida em Cristo.

Exame individual:
Você está crescendo em sua fé? É Cristo o Senhor de sua vida, ou você está vivendo para si mesmo? Há equilíbrio entre doutrina e prática em sua vida? Você expressa a alegria de ser salvo?

5. Diminuição da ênfase da doutrina do sacerdócio do crente
Quase não existem ministros profissionais remunerados no mormonismo, qualquer membro tem pelo menos uma responsabilidade na seita. De fato, muitos milhares de seus jovens sentem-se honrados em gastar dois anos em serviço missionário de tempo integral. Todas as testemunhas de Jeová batizadas são ministros, e fazem visitas de porta em porta e ‘doutrinam’ nas praças várias horas por semana. Os novos moonistas são usados quase que imediatamente nas ruas para levantar fundos e fazer recrutamento. Nas seitas mais populares, cada pessoa individualmente faz parte do ministério, ela é importante e necessária.

Muitas igrejas evangélicas, em contraste, perderam a visão da doutrina do sacerdócio do crente. De acordo com a Bíblia, os cristãos são iguais perante Deus, e cada um tem a responsabilidade de servi-lo. Mas, em vez de todos os membros se envolverem no trabalho, freqüentemente apenas um pequeno número está exercendo o ministério. Os jovens, procurando por meios de expressar o seu idealismo, podem ser forçados a fazê-lo fora de suas igrejas.

Novos convertidos, geralmente não são solicitados para ajudar nos trabalhos da igreja. Há, também, uma tendência entre os cristãos de fazer os pastores e líderes de seminários de “gurus”. Não exercendo seus privilégios e responsabilidades de estudar diretamente a Bíblia, eles aceitam sem raciocinar o que é pregado e ensinado. Alguns crentes habitualmente citam o que disseram outros homens, substituindo a Bíblia por suas palavras, como autoridade final. Esta atitude fortalece os meios para que um líder de uma seita possa dominar uma pessoa ou até uma congregação inteira.

Exame individual:
Você sabe qual é o seu dom espiritual? Como você o está usando? Você tem pelo menos uma responsabilidade na igreja? Você compara aquilo que lhe ensinam com a Bíblia? Você está centralizado na Bíblia ou num líder eclesiástico?

Exame para a liderança da igreja:
Como você está ajudando cada membro a descobrir e usar o seu dom espiritual? Todos os seus membros têm deveres e responsabilidades na igreja? Quais oportunidades de participação nos serviços da igreja estão à disposição para serem feitos por jovens ou novos convertidos? Quantas oportunidades você oferece para o seu povo tirar dúvidas sobre seus sermões e palestras?

6. Colapso da família
A desintegração da união familiar tradicional e o conflito das gerações na sociedade moderna não estão limitados aos não-crentes. A migração populacional dos meios rurais para os grandes centros urbanos tem colaborado para acelerar este processo. O colapso da família está se tornando cada vez mais proeminente entre os cristãos, tornando os jovens mais vulneráveis.

Os pais freqüentemente estão muito ocupados com seus empregos e atividades sem fim na igreja, para poder gastar tempo com a família. Em alguns lares cristãos, a comunicação e o saber ouvir entre os membros da família são raros. As crianças observam os seus pais falando de forma mais “bondosa” no templo do que em casa, e imediatamente os classificam de hipócritas.

Adolescentes e jovens em idade escolar, que recebem pouca atenção em casa, tendem a seguir grupos que possuem uma imagem de família. A seita Moon, a Família, e muitas seitas afro-brasileiras são grupos ávidos para compadecer-se por alguém nessa situação. Eles falam de seus grupos como famílias que oferecem tudo a uma pessoa que não está recebendo a devida atenção em casa. Com ênfase num forte programa de união familiar, o mormonismo atrai crentes que estão desiludidos devido à hipocrisia e a secularização que observam nas famílias cristãs.

Exame individual:
Quanto tempo você passa com sua família? Qual a sua melhor maneira de se comunicar e escutar os membros de sua família? Eles sabem que você os ama incondicionalmente, tanto com suas palavras como com suas ações? Pais, vocês mostram amor determinando regras e disciplina? Suas ações em casa refletem aquilo que vocês professam crer?

Exame para a liderança da igreja:
Você procura reservar pelo menos uma noite livre de todas as atividades e reuniões da igreja? Você incentiva as famílias de sua igreja a passarem tempo juntas? Que estímulo você oferece para que as famílias façam o culto doméstico?

7. Ignorância sobre as seitas
Muitas seitas são falsificações do Cristianismo. Num contato inicial com um membro A Família, ou outras seitas pseudocristãs, você concluiria facilmente que estaria falando com crente evangélico. Se um moonista bem doutrinado sabe que você é um cristão, ele vai tecer sua conversa de tal forma que soe como se fosse um cristão.

Outros, por falta de conhecimento, não percebem que certas entidades não sectárias – tais como a Ordem Rosa Cruz (AMORC), a Maçonaria, a Cultura Racional etc. – são de fato, religiões não cristãs. Algumas seitas orientais, como a Seicho-no-ie, e Arte Mahikari, aceitam pessoas de qualquer religião, facilitando assim o envolvimento de cristãos. Outras pessoas, até evangélicas, se envolvem com a astrologia, o “Método Silva”, o uso de pirâmides, ou ioga, ignorando a origem ocultista delas. Contudo, a familiaridade com as doutrinas das seitas e seus métodos de recrutamento vai ajudá-lo a detectá-los e a livrar-se de ser enganado por eles.

Exame individual:
O que você sabe acerca das crenças e práticas das seitas mais destacadas? Você sabe como abordar os membros das seitas a fim de ganhá-los para Cristo? Você procura alertar seus familiares e amigos sobre o perigo das seitas para protegê-los?

Exame para a liderança da igreja:
Você dá aulas, ao menos uma vez por ano, aos membros de sua igreja sobre as doutrinas das seitas e como evangelizar os seus adeptos? Você informa ao seu rebanho sobre os novos grupos de seitas que estão ativos em sua região? Em que nível o alertar os santos está em seu ministério?

O Novo Testamento e os encontros fechados
Jesus levou seus discípulos para um retiro espiritual e cerca de 500 pessoas o acompanharam. Ele lhes ensinou as mesmas coisas. Não tinham eles grandes verdades conhecidas só por um grupo seleto. Paulo menciona que descrentes estavam presentes nas reuniões do Novo Testamento. 1 Co 14.16: “E se tu bendisseres apenas em espírito, como dirá o indouto o amém depois da tua ação de graças? Visto que não entende o que dizes.”

Não há evidência de Paulo ser doutrinado por meio de grupos de células. Não há evidências de que eles se sentaram com Paulo e lhe disseram que ele se submetesse à autoridade deles. Não há evidência de qualquer “programa de supersubmissão”.

Fonte – revista Defesa da Fé – ICP.

Anúncios

6 thoughts on “Tenha mito CUIDADO com as Seitas e Heresias Religiosas – MEDITE NA BÍBLIA, dia e noite !!!

  1. muito boa todas essa matérias,queria saber se posso colocar algumas pequenas partes em meu livro que eu estou escrevendo sobre seitas e heresias.

  2. Eu acredito que Deus criou o homem e deixou o manual de instrução, a “BÍBLIA SAGRADA” que é a palavra de Deus,” e não produtos enlatados, eu costumo dizer que: “As pessoas precisam parar de comer tudo o que dão. E começar a questionar! ” Alguém escuta alguma coisa de alguém, e saem falando, sem questionar, sem saber se é verdade ou não. As pessoas precisam se perguntar! Será que a minha crença esta de acordo com a lei de Deus? Será que a religião que eu nasci sempre me falou a verdade? Será que tem uma seqüência para salvação? Religião salva alguém? O que é pecado contra o próprio corpo? O que é caminho da carne?
    O que a bíblia diz sobre: Idolatria, o que a bíblia fala sobre imagens e esculturas? Quando uma pessoa morre pra onde ela vai? Ela volta? Crer em Deus é fato! Mas se eu não aceitar Jesus, se eu não confessar Jesus como meu único salvador, mesmo assim serei salvo? Qual é o verdadeiro batismo e a verdade sobre a ceia do Senhor? Quebrando maldição, como assim? Ganhar o mundo inteiro e perde a sua alma? Essas e outras perguntas e resposta você vai encontrar no site. http://www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com “Seja sua bíblia de católico ou de evangélico.” Você pode dizer, eu já estou salvo amém! Vamos atrás de quem não esta, divulgue este site, fale para outras pessoas, por que “O Senhor não retarda a sua promessa, ainda que alguns têm por tardia: mas é longânimo para convosco, não querendo que alguns se percam, senão que todos venham a arrepender-se.”( II Pedro cap 3 ver 8 ) e “Que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade. Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. (I A Timóteo cap 2 ver5e6) Vês aqui, hoje te tenho proposto a vida e o bem, e a morte e mal. Os céus e a terra tomo hoje por testemunhas contra vós, que tenho proposto a vida e a morte, a benção e a maldição; escolhe, pois, a vida, para que vivas… (Deuteronômio cap 30 ver 15e 16)
    Quer saber mais acesse:
    http://www.aunicaverdadeemsuapropriabiblia.blogspot.com
    “Seja sua bíblia, de católico ou de evangélico.”

  3. Muito interessante tal posicionamento !

    Fiquei bastante intrigado, até porque compreendo o que vc quiz dizer, mas, confesso, nem sei o que pensar direito !!!

    Meu interesse não é atacar, antes de mais nada, desejo aprender para, só depois, ter consistência um pouco melhor nos meus argumentos !

    Tenho forte desejo em aprender, mas preciso ter muito cuidado com os “modelos pré-estabelecidos” oferecidos abundantemente no “meio evangélico” e que poucos tem o cuidado em questionar !

    Gostei muito do seu comentário.

    Convido você a se manifestar mais vezes neste humilde blog !!!

    Graça e Paz !

  4. “Caminhante não há caminho; o caminho se faz ao andar. Ao andar se faz caminhos e olhando para a trás se vê igrejas sem Cristo claudicando ao caminhar”

    Se o irmão desejar conhecer a feroz perseguição do nazismo (Hitler) contra um pequenino grupo de adventistas do sétimo dia movimento de reforma, basta clicar em Carlos Lins e será direcionado para este blog.

    Em Cristo – Shelá!

  5. ***MEFISTÓFELES FOI MEU MESTRE***

    [Mefistófeles, na Idade Média era o braço direito de Satanás: cabia a ele atacar e desviar os membros sinceros das igrejas verdadeiras]

    ***Nascí num lar evangélico tradicional. Estudei Religiões Comparadas e Escatologia para ter argumentos fortes e atacar as seitas. Minha cidade é pequena e “fiquei famoso” pois os membros das “seitas” fugiam de mim como o diabo da cruz.

    Mas… perto da minha casa havia um pequeno Templo Ordoxo de Antioquia. Veio morar no Templo um Pe. grego [Othon Dímos Pallamoyrdas] e ficamos amigos.
    Vixí!!!! ele era uma (ou duas) “biblioteca ambulante de teologia” – falava hebraico; aramaico; grego koinê “i u escambau” – um homem notável; bom; amável; simples…
    Ele começou a me ensinar a estudar a Bíblia pelo método TEB [tempo e espaço bíblico das ocorrências narradas na Bíblia] e a 1ª coisa que descobrí foi que eu não sabia nada sobre a Bíblia.

    O Pe. Othon me deu uma tarefa “impossível” de realizar: eu iria frequentar as seitas que costumava atacar (eu atacava todas elas) e fazer amizades com os membros. Depois, só ouvir a doutrina deles. Eu só podia perguntar (havia uma lista pronta de perguntas) e jamais questionar estes membros. No começo foi difícil ouvir o que eu já havia estudado sobre os: ASD; TJ; Mórmons; Congregação, e vai por aí à fora…

    Sabem o que descobrí! descobri que as pessoas mais consagradas à Deus, mais fiéis e mais confiáveis (embora alguns com doutrinas próprias) eram: ASD; Adventistas da reforma; TJ; As Assembléias de Deus (igrejas pequenas com no máximo 50 membros)
    Também descobrí que eu os atacava “por racionalização” – eu via na minha igreja tradicional uma falta completa de solidariedade e amor ao próximo e procurava “mostrar estes defeitos” na outras igrejas, chamando-as de “seitas” (sinceramente não estou jogando indireta no irmã q é maluco por Jesus deste blog).

    Finalisando compreendo que os internautas evangélicos não concordarão com esta minha afirmação. Mas ela tem um mérito: é a verdade!

    Em Cristo: Shelá!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s