O Adventismo do 7º Dia


No princípio do século XIX, quando pouca ênfase era dada à segunda vinda de Cristo, Guilherme (William) Miller, pastor batista do Estado de Nova Iorque, nos Estados Unidos, dedicou-se ao estudo e a pregação deste assunto. Lendo Daniel 8.14, “Ele me disse: Até duas mil e trezentas tardes e manhãs; e o santuário será purificado”, Miller passou a fazer deste versículo o tema duma grande controvérsia sobre os eventos futuros.

I. RESUMO HISTÓRICO DO ADVENTISMO
Calculando que cada um dos 2.300 dias da profecia de Daniel representava um ano, Miller tomou o regresso de Esdras do cativeiro no ano 457 a.C. como ponto de partida para o cálculo de que Cristo voltaria à Terra, em pessoa, no ano de 1834. Esta previsão fora feita em 1818.

Tão grande foi o impacto causado por essa revelação de Miller, que muitos crentes, vindos de diferentes igrejas, doaram suas pro¬priedades, abandonaram os seus afazeres, e se prepararam para receber o Senhor no dia 21 de março daquele ano. O dia aprazado chegou, mas o tão esperado acontecimento não se deu. Revisando seus cálculos, Miller concluiu que havia errado por um ano, e anunciou que Cristo voltaria no dia 21 de março do ano seguinte, ou seja, de 1844. Porém, ao chegar essa data, Miller e seus seguidores, em número aproximado de 100 mil, sofrem nova decepção. Uma vez mais Miller fez um novo cálculo segundo o qual Cristo voltaria no dia 22 de outubro daquele mesmo ano; porém essa previsão falhou também.

1.1. MILLER RECONHECE O SEU ERRO
Guilherme Miller deu toda prova de sinceridade, confessando simplesmente que havia se equivocado em seu sistema de interpretação da profecia bíblica. Nesse tempo ele mesmo escreveu:

“Acerca da falha da minha data, expresso francamente o meu desapontamento… Esperamos naquele dia a chegada pessoal de Cristo; e agora, dizer que não erramos é desonesto! Nunca devemos ter vergonha de confessar nossos erros abertamente” (A História da Mensagem Adventista, p. 410).

1.2. NOVAS TENDÊNCIAS
Não obstante Miller ter reconhecido o seu erro em marcar o dia da volta de Cristo pela interpretação da profecia, nem todos os seus seguidores estavam dispostos a abandonar essa mensa¬gem. Dos muitos grupos que o haviam seguido, três se uniram para formar uma nova igreja baseada numa nova interpretação da mensagem de Miller. Esta nova interpretação surgiu de uma “revelação” de Hiram Edson, fervoroso discípulo e amigo de Miller. Segundo Edson, Miller não estava equivocado em relação à data da vinda de Cristo, mas sim em relação ao local. Disse ele que na data profetizada por Miller, Cristo havia entrado no santuário celestial, não no terrenal, para fazer uma obra de purificação ali.

Guilherme Miller não aceitou essa interpretação nem seguiu ao novo movimento. Quanto a isto ele mesmo escreveu:

“Não tenho confiança alguma nas novas teorias que surgiram no movimento; isto é, que Cristo veio como Noivo, e que a porta da graça foi fechada; e que em seguida a sétima trombeta tocou, ou que foi de algum modo o cumprimento da profecia da sua vin¬da” (A História da Mensagem Adventista, p. 412).

Até o fim dos seus dias, em 20 de dezembro de 1849, com sessenta e oito anos incompletos, Miller permaneceu como cristão humilde e consagrado. Ele morreu na fé e na esperança de estar em breve com o Senhor.

1.3. ANOS POSTERIORES A MILLER
Dos três grupos que apoiaram Hiram Edson na sua nova “revelação”, dois deles deram substancial contribuição para a formação da seita hoje conhecida como “Adventismo do 7a Dia”.

O primeiro era dirigido por Joseph Bates, que observava o sábado, e não o domingo. O segundo grupo dava muita ênfase aos dons espirituais, particularmente ao de profecia, e tinha entre os seus membros a senhora Helen Harmon (mais tarde senhora White), que dizia ter o dom de profecia.

Ao se unirem os três grupos, cada um deu a sua contribuição para a nova igreja em formação: o primeiro, a revelação de Edson com respeito ao santuário celestial; o segundo, o legalismo; e o terceiro grupo cooperou com uma profetiza que por mais de meio século haveria de exercer influência predominante na fundação e crescimento da nova igreja.

Não obstante possuir uma esperança escatológica, o Adventismo do Sétimo Dia esposa uma doutrina pouco coerente com a revelação divina dada através das Escrituras.

II. A GUARDA DO SÁBADO
A guarda do sábado é sem dúvida o principal ponto de controvérsia da doutrina do Adventismo do Sétimo Dia. O próprio complemento do nome desta seita, “Sétimo Dia”, mostra quanta afinidade existe entre o adventismo e o sábado.

O Adventismo ensina que o crente deve observar o sábado como o dia de repouso, e não o domingo. Crê que os que guardam o domingo aceitarão a “marca da besta” sob o governo do Anticristo. Helen White ensina que a observância do sábado é o selo de Deus; enquanto o domingo será o selo do Anticristo.

2.1. ORIGEM DA DOUTRINA SABÁTICA
Já mostramos que dos três grupos que se juntaram para formar o Adventismo, o primeiro era liderado por Joseph Bates, e observava o sábado como dia semanal de descanso. Contudo, a observância do sábado como dia de repouso tomou força quando a senhora Helen White começou a alegar ter recebido uma “revelação”, segundo a qual Jesus descobriu a arca do concerto e ela pode ver dentro as tábuas da Lei. Para sua surpresa, o quarto mandamento estaria no centro, rodeado de uma auréola de luz.

2.2. UMA DOUTRINA INSUSTENTÁVEL
Evidentemente, não temos qualquer preconceito contra o Adventismo pelo simples fato de seus adeptos guardarem o sábado. Questionamos o Adventismo pelo fato de fazerem desse ensino um cavalo de batalha contra as igrejas evangélicas que têm o domingo como dia de repouso semanal.

Dos dez mandamentos registrados em Êxodo 20, o Novo Testamento ratifica apenas nove, excetuando o quarto, que fala da guarda do sábado. Por exemplo, compare os mandamentos da coluna esquerda com os da coluna direita:

1. ” Não terás outros deuses diante de mim” (Ex 20.3). 1. “…vos convertais ao Deus vivo, que fez o céu, e a terra…” (At 14.15).

2. “Não farás para ti imagem de escultura” (Êx 20.4). 2. “Filhinhos, guardai-vos dos ídolos” (Jo 5.21).

3. “Não tomaras o nome do Senhor teu Deus em vão” (Ex 20.7). 3. “… não jureis nem pelo Céu, nem pela terra” (Tg 5.12).

4. “Lembra-te do dia do sábado, para o santifícar” (Ex 20.8). 4. (Não há este mandamento no Novo Testamento)

5. “Honra a teu pai e a tua mãe” (Êx 20.12). 5. “Filhos, obedecei a vossos pais” (Ef 6.1).

6. “Não matarás” (Êx 20.13). 6. “Não matarás” (Rm 13.9).

7. “Não adulterarás” (Êx 20.14). 7. “Não adulterarás” (Rm 13.9).

8. “Não furtarás” (Êx 20.15). 8. “Não furtarás” (Rm 13.9).

9. “Não dirás falso testemunho” (Êx 20.16). 9. “Não mintais uns aos outros” (Cl 3.9).

10. “Não cobiçarás” (Êx 20.17). 10. “Não cobiçarás” (Rm 13.9).

O Novo Testamento repete pelo menos:

• 50 vezes o dever de adorar somente a Deus;
• 12 vezes a advertência contra a idolatria;
• 4 vezes a advertência para não tomar o nome do Senhor em
vão;
• 6 vezes a advertência contra o homicídio;
• 12 vezes a advertência contra o adultério;
• 6 vezes a advertência contra o furto;
• 4 vezes a advertência contra o falso testemunho;
• 9 vezes a advertência contra a cobiça.

Em nenhum lugar do Novo Testamento, no entanto, é encontrado o mandamento de guardar o sábado.

III. O SÁBADO OU O DOMINGO?
É possível alguém cumprir a Lei sem guardar o sábado? A resposta a esta pergunta é dada quando estudamos a vida e o ministério terreno de nosso Senhor Jesus Cristo.

O Novo Testamento ratifica o que está escrito no Antigo Tes¬tamento, que, ninguém jamais foi capaz de cumprir a lei na sua plenitude. A necessidade da encarnação de Cristo se constitui numa das mais evidentes provas da incapacidade do homem em cumprir a lei divina, por isso Ele mesmo disse: “Não penseis que vim revogar a lei ou os profetas: não vim para revogar, vim para cumprir. Porque em verdade vos digo: Até que o céu e a terra passem, nem um i ou um til jamais passará da lei, até que tudo se cumpra” (Mt 5.17,18).

Não poucas passagens do Antigo Testamento mostram a irritação divina diante do legalismo frio e morto dos judeus, apresentado através dos sacrifícios e sucessivas cerimônias feitas com o propósito de satisfazer a letra da Lei. Quanto mais tempo passava, mais imperfeito se manifestava o homem que buscava a perfeição através da prática da Lei. Porém, veio Jesus Cristo, o enviado de Deus, para cumprir a Lei em nosso lugar, o que fez coroando-a pelo ato da sua morte na cruz.

3.1. JESUS VIOLOU O SÁBADO
Segundo a Bíblia, Jesus teve o seu nascimento prometido segundo a Lei (Dt 18.15); nasceu sob a Lei (Gl 4.4); foi circuncidado segundo a Lei (Lc 2.21); foi apresentado no templo segundo a Lei (Lc 2.22); ofereceu sacrifício no templo segundo a Lei (Lc 2.24); foi odiado segundo a Lei (Jo 15.25); foi morto segundo a Lei (Jo 19.7); viveu, morreu e ressuscitou segundo a Lei (Lc 24.44,46).

Apesar de Jesus haver cumprido toda a Lei, a respeito dEle se lê: “E os judeus perseguiam a Jesus, porque fazia estas coisas no sábado. Mas Ele lhes disse: Meu pai trabalha até agora, e eu trabalho também. Por isso, pois, os judeus ainda mais procuravam matá-lo, porque não somente violava o sábado, mas também dizia que Deus era seu próprio Pai, fazendo-se igual a Deus” (Jo 5.16-18). (ênfase minha)

Observe que assim como para os judeus era inadmissível Jesus ser Filho de Deus enquanto violava o sábado, para o Adventismo é igualmente impossível admitir que os evangélicos sejam filhos de Deus enquanto guardam o domingo, em substituição ao sábado.

3.2. A ABOLIÇÃO DO SÁBADO
Acusado pelos judeus de violar o sábado, Jesus afirmou que “… o sábado foi estabelecido por causa do homem, e não o homem por causa do sábado; de sorte que o Filho do homem é Senhor também do sábado” (Mc 2.27,28).

Com estas palavras, Jesus defende o princípio moral do quarto mandamento do Decálogo, condenando abertamente o cerimonialismo, e revela a sua autoridade divina sobre o sábado, para cumpri-lo, aboli-lo ou mudá-lo. O sentimento moral é a necessidade de se descansar um dia por semana, valendo, para esse fim, qualquer deles.

Sobre esta questão, escreveu o apóstolo Paulo: “Um faz diferença entre dia e dia; outro julga iguais todos os dias. Cada um tenha opinião bem definida em sua própria mente. Quem distin¬gue entre dia e dia, para o Senhor o faz” (Rm 14.5,6).

3.3- POR QUE O DOMINGO?
Dentre outras razões da substituição do sábado pelo domingo, como dia semanal de repouso para a Igreja, destacam-se as seguintes:

• Cristo ressuscitou no primeiro dia da semana (Mc 16.9).

• O primeiro dia da semana foi o dia especial das manifestações de Cristo ressuscitado. Manifestou-se cinco vezes no primeiro domingo e outra vez no domingo seguinte (Lc 24.13,33-36; Jo 20.13-19,26).

• O Espírito Santo foi derramado no dia de Pentecostes, um dia de domingo (Lv 23.15,16,21; At 2.1-4).

• Os cristãos dos tempos apostólicos costumavam reunir-se aos domingos para celebrar a Santa Ceia do Senhor, pregar, e separar suas ofertas para o Senhor (At 20.7; 1 Co 16.1,2).

Ainda sobre o domingo como dia de festa semanal da Igreja, veja o que escreveram os seguintes Pais da Igreja:

• Barnabé: “De maneira que nós observamos o domingo com regozijo, o dia em que Jesus ressuscitou dos mortos”.

• Justino Mártir: “Mas o domingo é o dia em que todos temos nossa reunião comum, porque é o primeiro dia da semana, e Jesus Cristo, nosso Salvador, neste mesmo dia ressuscitou da morte”.

• Inácio: “Todo aquele que ama a Cristo, celebra o Dia do Senhor, consagrado à ressurreição de Cristo como o principal de todos os dias, não guardando os sábados, mas vivendo de acordo com o Dia do Senhor, no qual nossa vida se levantou outra vez por meio dele e de sua morte. Que todo amigo de Cristo guarde o dia do Senhor!”

• Dionísio de Corinto: “Hoje observamos o dia santo do Senhor, em que lemos sua carta”.

• Vitorino: “No Dia do Senhor acudimos para tomar nosso pão com ações de graça, para que não se creia que observamos o sábado com os judeus, o qual Cristo mesmo, o Senhor do sábado, aboliu em seu corpo”.

Escreve o apóstolo Paulo: “Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida e bebida, ou dia de festa, ou lua nova, ou sábados, porque tudo isso tem sido sombra das coisas que haviam de vir; porém o corpo é de Cristo. Ninguém se faça árbitro contra vós outros, pretextando humildade e culto dos anjos, baseando-se em visões, enfatuado sem motivo algum na sua mente carnal, e não retendo a Cabeça, da qual todo corpo, suprido e bem vinculado por suas juntas e ligamentos, cresce o crescimento que procede de Deus” (Cl 2.16-19).

IV. DOUTRINAS PECULIARES DO ADVENTISMO
Além da guarda do sábado, o Adventismo do Sétimo Dia diverge dos evangélicos em outros três assuntos de capital importância. São eles: o estado da alma após a morte, o destino final dos ímpios e de Satanás, e a obra da expiação.

4.1. O ESTADO DA ALMA APÓS A MORTE
O Adventismo ensina que após a morte do corpo a alma é reduzida ao estado de silêncio, de inatividade e de inteira inconsciência, isto é, entre a morte e a ressurreição, os mortos dormem.

Este ensino contradiz vários textos das Escrituras, dentre os quais destacam-se Lucas 16.22-30 e Apocalipse 6.9,10.

O primeiro texto registra a história do rico e Lázaro logo após a morte, e mostra que o rico, estando no inferno,

a. levantou os olhos e viu Lázaro no seio de Abraão (v.23);
b. clamou por misericórdia (v.24);
c. teve sede (v.24);
d. sentiu-se atormentado (v.24);
e. rogou em favor dos seus irmãos (v.27);
f. ainda tinha seus irmãos em lembrança (v.28);
g. persistiu em rogar a favor dos seus entes queridos (v.30).

Já o texto de Apocalipse 6.9,10 trata da abertura do quinto selo, quando João viu debaixo do altar “as almas daqueles que tinham sido mortos por causa da palavra de Deus e por causa do testemunho que sustentavam”.

Segundo o registro de João, elas

a. clamavam com grande voz (v.10);
b. inquiriram o Senhor (v.10);
c. reconheceram a soberania do Senhor (v.10);
d. lembravam-se de acontecimentos da Terra (v.10);
e. clamavam por vingança divina contra os ímpios (v. 10).

As expressões dormir ou sono usadas na Bíblia para tipificar a morte falam da indiferença dos mortos para com os acontecimentos normais da Terra e nunca para com aquilo que faz parte do ambiente onde estão as almas desencarnadas. Assim como o subconsciente continua ativo enquanto o corpo dorme, a alma do homem não cessa sua atividade quando o corpo morre.

A palavra de Cristo na cruz ao ladrão arrependido: “Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso” (Lc 23.43), é uma prova da consciência da alma imediatamente após a morte.

No momento da transfiguração de Cristo, Moisés não estava inconsciente e silencioso enquanto falava com Cristo sobre a sua morte iminente (Mt 17.1-6).

4.2. O DESTINO FINAL DOS ÍMPIOS E SATANÁS
Spicer, um dos mais lidos escritores adventistas, escreve: “O ensino positivo da Sagrada Escritura é que o pecado e os pecadores serão exterminados para não mais existirem. Haverá de novo um Universo limpo, quando estiver terminada a grande controvérsia entre Cristo e Satanás”. É evidente que este ensino entra em contradição com as seguintes passagens: Daniel 12.2; Mateus 25.46; João 5.29 e Apocalipse 20.10.

Daniel 12.2 e Mateus 25.46 estão de acordo ao afirmar que:

a. Os justos ressuscitarão para a vida e gozo eternos;
b. Os ímpios ressuscitarão para vergonha e horror igualmente eternos.

Aqui, “vergonha e horror eterno” não significa destruição ou aniquilamento. Estas palavras falam do estado de separação entre Deus e o ímpio após a sua morte. Se for certo que o ímpio será destruído, por que então terá ele de ressuscitar e depois ser lançado no Lago de Fogo? (Mt 25.41). Apocalipse 14.10,11 diz que os adoradores do Anticristo serão atormentados “e a fumaça de seu tormento sobe pelos séculos dos séculos”. Isto não é aniquilamento. Quanto à pessoa de Satanás, Apocalipse 20.10 diz que ele, o Anticristo e o Falso Profeta, “serão atormentados no Lago de Fogo pelos séculos dos séculos”, para sempre. Isto não é aniquilamento.

4.3. A DOUTRINA DA EXPIAÇÃO
Segundo o Adventismo do Sétimo Dia, a doutrina da expiação é explicada partindo do seguinte raciocínio:

a. Em 1844, Cristo começou a purificação do santuário celestial.

b. O céu é a réplica do santuário típico sobre a Terra, com dois compartimentos: o lugar santo e o santo dos santos.

c. No primeiro compartimento do santuário celestial, Cristo intercedeu durante dezoito séculos (do ano 33 ao ano 1844), em prol dos pecadores penitentes, “entretanto seus pecados permaneciam ainda no livro de registros”.

d. A expiação de Cristo permanecera inacabada, pois havia ainda uma tarefa a ser realizada, a saber: a remoção de pecados do santuário no céu.

e. A doutrina do santuário levou o Adventismo do Sétimo Dia finalmente a declarar: “Nós discordamos da opinião de que a expiação foi efetuada na cruz, conforme geralmente se admite”.

Este ensino não pode manter-se de pé, primeiramente porque foi concebido por uma pessoa (a senhora White) de exagerado fanatismo e de muitas visões da carne; e segundo, porque é incoerente com o tratamento do assunto nas Escrituras. A Bíblia ensina que:

a. A obra expiatória de Cristo é perfeita (Hb 7.27; 10.12,14).
b. A salvação do crente é perfeita e imediata (Jo 5.24; 8.36; Rm8.1; 1 Jo 1.7).

Por Raimundo de Oliveira.

Anúncios

45 thoughts on “O Adventismo do 7º Dia

  1. Razões por que NÃO concordo com os adventistas e sabadólatras em geral:

    Colossenses 2 :16, 17 ;2 Cor. 3 :6, 7, 14; João 5 : 16, 17

  2. SERGIO TAVARES;
    AINDA NÃO SOU ADVENTISTA MAIS SEREI EM BREVE PQ SEREI BATIZADO NOVAMENTE NESTA IGREJA POIS É NELA QUE SE PRATICA A VERDADEIRA PALAVRA BIBLICA E AS LEIS QUE DEUS NÓS DEIXOU, O
    VERDADEIRO DEUS O SALVADOR, QUE EM BREVE VIRA E TODO AQUELE QUE MUDOU OU NÃO CUM,PRIU A SUA LEI SERÁ APARTADO
    PENSE NISSO ANTES DE FALAR MENTIRAS INVERTADES ESSES FALSOS
    PROFETAS EXPLORADORES DA PALAVRA DIVINA ESTES SERÃO OS
    PRIMEIROS, PQ DIRÃO AO SENHOR EU EXPULSEI DEMONIOS EM TEU NOME FIZ CURAS, DEUS LHE DIRA NUNCA TE VI APARTA-TE DE MIM.

  3. nossa esse seu argumento de q pq o NT não fala sobre a guarda do sabado é mt falho.se for assim tb nós podemos consultar espirito de mortos pq no Nt naum fla nenhum texto sobre isso.

  4. E SE O DONO DO BLOG É TÃO MALUCO POR JESUS ASSIM PORQUE ELE NÃO FAZ O QUE JESUS DISSE EM JOÃO 14:15 “SE ME AMAIS GUARDAREIS OS MEUS MANDAMENTOS” DEVEMOS VIVER COMO JESUS VIVEU VEJA : “Como o Pai me amou, assim também eu vos amei; permanecei no meu amor. Se guardardes os meus mandamentos, permanecereis no meu amor; do mesmo modo que eu tenho guardado os mandamentos de meu Pai, e permaneço no seu amor.” (João 15:9,10) JESUS GUARDOU OS MANDAMENTOS INCLUSIVE O SÁBADO!! “E nisto sabemos que o conhecemos; se guardamos os seus mandamentos. Aquele que diz: Eu o conheço, e não guarda os seus mandamentos, é mentiroso, e nele não está a verdade; mas qualquer que guarda a sua palavra, nele realmente se tem aperfeiçoado o amor de Deus. E nisto sabemos que estamos nele; aquele que diz estar nele, também deve andar como ele andou.” ( 1João 2:3-6) QUE MANDAMENTOS SÃO ESSES SENÃO OS DE ÊXODO 20?

  5. AH IA ESQUECENDO O AUTOR DISSE QUE FOI ELEN WHITE QUE DISSE QUE O SÁBADO É O SELO DE DEUS,MENTIRA!!!!!!! LEIA EZEQUIEL 20:12 SINAL OU SEJA SELO!!!!!!!

  6. Não adianta querer inventar desculpa dizendo que Jesus aboliu a Lei o texto de Mateus 5 :17 é claríssimo JESUS NÃO VEIO ABOLIR A LEI E PRONTO!!! ACEITAR OU NÃO VAI DE CADA UM EU PREFIRO ACREDITAR EM JESUS.EM ROMANOS 3:31 PAULO DIZ QUE NÃO DESTRUIMOS A LEI COM A FÉ E SIM CONFIRMAMOS,AS PESSOAS PRECISAVAM CUMPRIR A LEI POR SEREM OBEDIENTES E TEREM FÉ,ELAS PRECISAVAM DE MAIS FÉ E FOI POR ISSO QUE JESUS VEIO,ELE VEIO TRAZER A FÉ QUE FALTAVA,O AUTOR DO ARTIGO FALA TANTO DA LEI QUE FOI ABOLIDA ONDE NA BÍBLIA TEM FALANDO PRA GUARDAR O DOMINGO?ONDE?O SÁBADO É BÍBLICO O DOMINGO É PAGÃO,GUARDAR O DOMINGO É RECONHECER A SUPREMACIA DA IGREJA ROMANA.

  7. A verdade é a seguinte que cristo morreu e ressuscitou, e foi sacrificio suficiente e eterno para a salvação, porém todos aqueles que nele crer e perseverar na doutrina dos apóstolos, e viver de acordo com os ensinos do novo testamento, que é para a igreja, será salvo, e herdara a vida etérna. porém toda idéia humana, costumes desta ou daquela igreja, será avaliado no julgamento final. então raça humana, vamos adorarar em espirito e em verdade,deixar a religiosidade de lado, se desejar herdar a vida etérna.
    Respeito todos os costumes religiósos, porquê sou cristão e aprendi com o mestre a respeitar o próximo,porém não concordo com aqueles ,que usam seus costumes como cavalo de batalha, contra as demais denominações.

  8. Douglas nem vou discutir quem tem conhecimento da Biblia ou não, acho que isso ficou bem patente nos meus posts aos quais vc foi incapaz de responder, logo vc não discutiu nada comigo, em vez disso passou a usar outra táctica, muitas vezes usada pelos ignorantes o ataque “ad hominem”.

    Acha muito bem, só com uma ressalva sou ex-testemunha e não testemunha, quanto a ter a mente lavada, se foi com a palvra de Deus tenho sim a mente lavada, não só a mente como o corpo todo, pois assim cabe a um seguidor de Cristo.

    Quanto a vomitar não fui eu que decidi copiar mentiras de um site e colar lá no outro tópico, além de que foi preguiçoso e nem sequer se deu ao trabalho de conferir se as informações eram credíveis, por isso se alguém vomitou o que os outros dizem foi vc compactuando assim com o Pai da mentira.

    Se a definação de crente para vc é acreditar em tudo que me dizem sem confirmar se está de acordo com o que dizem as Sagradas Escrituras, não devo mesmo ser crente e desse tipo de crentes quero distancia.

    Se vc tivesse lido todos so meus posts vc veria que já me identifiquei por nome, no entanto na incapacidade de lidar com a minha argumentação, vc procura lançar duvidas sobre a minha pessoa, ponha mão na consciencia, e veja quem está agindo como um garoto !!!!!

    Cumprimentos,

  9. { O MEU } percebo a sua insuficiencia teologica(biblica) para compreender as coisas mais simples. a sua meninice em tremos de conhecimento biblico e superficial demais para discutir os assunto que tenta discutir comigo. Acho que ës um testemunha de jeova e como os demais teve a mente lavado pelos teus líderes. todo pessoa que teve a mente lavado como a tua e que fica repetindo o que outros “Vomitaram”. Seja um Crente e não incrédulo.
    Ah! ia esquecendo! porque nao te identificas por teu próprio nome?
    Tens pretencão de algo que não queira que as pessoas saibam?

  10. Não tenho que aceitar nada que contradiga as Escrituras, vc chegou mandando calar o Murilo dizendo que ele não sabia do que falava, afibal quem não sabe do que está falando é vc, senão vejamos.

    No texto que vc citou Jesus disse o seguinte; ” Não cuideis que vim destruir a lei ou os profetas: não vim ab-rogar, mas cumprir.” Queria Jesus dizer que a Lei continuaria em vigor após a sua morte ??? Não!!! E porquê ???
    Porque em Romanos 3 Paulo escreveu;
    Por isso nenhuma carne será justificada diante dele pelas obras da lei, porque pela lei vem o conhecimento do pecado.Mas agora se manifestou sem a lei a justiça de Deus, tendo o testemunho da lei e dos profetas;
    Isto é, a justiça de Deus pela fé em Jesus Cristo para todos e sobre todos os que crêem; porque não há diferença. Porque todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus;Sendo justificados gratuitamente pela sua graça, pela redenção que há em Cristo Jesus.

    O que queria Jesus dizer então ????
    O que está escrito em Mateus 5:18 “Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, nem um jota ou um til se omitirá da lei, sem que tudo seja cumprido.”

    Nele se cumpriram todas as profecias feitas pelos profetas, nele se cumpriu o culminar dos sacrifcios, pois ele se entregou como sacrificio perpetuo, nele se cumpriu a Lei que apontava para o descendente da mulher o ungido de Deus o Cristo.

    Quando vc fala de Lei vc pensa que Lei são só os dez mandamentos, no entanto veja o que dizem as Escrituras;
    Tiago 2:10 Porque qualquer que guardar toda a lei, e tropeçar em um só ponto, tornou-se culpado de todos.

    Vc citou também Romanos 3:31, eu lhe aconselho a ler mais a frente no capitulo 4 de Romanos onde Paulo continua falando sobre as promessas de Deus, e diz;
    Porque a promessa de que havia de ser herdeiro do mundo não foi feita pela lei a Abraão, ou à sua posteridade, mas pela justiça da fé.
    Porque, se os que são da lei são herdeiros, logo a fé é vã e a promessa é aniquilada.
    Porque a lei opera a ira. Porque onde não há lei também não há transgressão.
    Portanto, é pela fé, para que seja segundo a graça, a fim de que a promessa seja firme a toda a posteridade, não somente à que é da lei, mas também à que é da fé que teve Abraão, o qual é pai de todos nós,

    Afirmar que a salvação depende da guarda do sábado é conceito judaizante, alguns hoje como os Judeus lá no principio do Cristianismo levantaram celeuma com a circuncisão, hoje a levantam com a guarda do sábado, como se o sacrificio de Cristo não fosse suficiente.

  11. ja postei o suficiente. aceitar ou não e questão sua.
    Que Lei foi essa que Jesus disse não ter vindo abolir em Mateus 5:17?
    Paulo fez essa pergunta: “Anulamas a lei pela fe?” Não. Antes confirmamos a Lei.
    ler isso por favor! olha aqui a ref bíblica ROMANOS 3:31.

  12. Evidencias biblicas da obrigatoriedade da guarda do sábado pelos cristãos, nada né !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  13. Que paz gozar das bencaos advindas da obediencia aos mandamentos da Lei do Senhor. Inclusive o quarto mandamento (A observancia do Sabado) Acho que estou pensando como Davi! Sal. 119:165.

  14. “Santificado pelo descanso e bênção do Criador, o sábado foi guardado por Adão em sua inocência no santo Éden; por Adão, depois de caído mas arrependido, quando expulso de sua feliz morada. Foi guardado por todos os patriarcas, desde Abel até o justo Noé, até Abraão, Jacó.”

    Este é o grande erro dos sabatistas, quererem que os escritos de Ellen White tenham o mesmo peso das Sagradas Escrituras, o texto acima esta no Livro ” O Grande conflito” escrito pela Srª White.

    No entanto o que diz a biblia sobre a origem do sábado como sinal;

    Deuteronomio 5:15Porque te lembrarás que foste servo na terra do Egito, e que o SENHOR teu Deus te tirou dali com mão forte e braço estendido; por isso o SENHOR teu Deus te ordenou que guardasses o dia de sábado

    A Biblia é clara ao dizer que foi com os filhos de Israel que o Senhor concluiu o pacto do sábado, e tem mais em Exodo 31:17 diz o Senhor;
    Entre mim e os filhos de Israel será um sinal para sempre; porque em seis dias fez o SENHOR os céus e a terra, e ao sétimo dia descansou, e restaurou-se.

    Deus diz que é entre ele e os filhos de Israel, não com outros povos, além do mais o apóstolo Paulo homem judeu, falou sobre o código transitorio que havia de ser eliminado em 2 Cor. 3:7-11
    E, se o ministério da morte, gravado com letras em pedras, veio em glória, de maneira que os filhos de Israel não podiam fitar os olhos na face de Moisés, por causa da glória do seu rosto, a qual era transitória,

    Como não será de maior glória o ministério do Espírito?

    Porque, se o ministério da condenação foi glorioso, muito mais excederá em glória o ministério da justiça.

    Porque também o que foi glorificado nesta parte não foi glorificado, por causa desta excelente glória.

    Porque, se o que era transitório foi para glória, muito mais é em glória o que permanece.

    Neste texto vemos claramente duas coisas o ministério da morte gravado em Pedra, e pergunto eu o que é que foi gravado em Pedra no Antigo Israel, ministério esse que era transitório e subtituido pelo ministério da justiça.

    No entanto tanto hoje como nos dias de Jesus alguns apegam-se a práticas Judaizantes negando o Senhor que os comprou. (2 Pedro 2:1)

  15. Algumas Razões(68) porque Guardo o Sábado

    1. Porque o sábado foi feito por Deus. Gênesis 2:1 e 2.
    2. Porque o sábado foi abençoado por Deus. Gênesis 2:3.
    3. Porque todas as coisas foram feitas por Deus. S. João 1:3.
    4. O sábado foi feito por causa do homem e não o homem por causa do sábado. S. Marcos 2:27.
    5. Porque Deus determinou que lembrássemos do sábado para o santificar. Êxodo 20: 8-10.
    6. Porque o sábado é o sinal do poder criador de Deus. Êxodo 20:11.
    7. Porque o sábado já existia antes das leis serem dadas no monte Sinai. Êxodo 16:4; 16:22; 16:23 e 27-29.
    8. Porque o nome do Senhor permanece para sempre. Salmos 135:13.
    9. Porque a obra da criação deverá ser lembrada. Salmos 111:2-4.
    10. Porque o sábado é um sinal entre Deus e o homem. Ezequiel 20:12 e 20.
    11. O sábado será um sinal para sempre. Êxodo 31:17.
    12. Porque até os remidos lembrarão do Divino poder Criador. Apocalipse 4:11.
    13. Porque na nova terra iremos adorar a Deus todos os dias especialmente no sábado. Isaías 66:22-23.
    14. Porque Deus deve ser verdadeiramente adorado. S. João 4:24.
    15. Porque Jesus deu o exemplo de observância do sábado. S. Lucas 4:16.
    16. Jesus fazia misericórdia no sábado. S. Mateus 12:12.
    17. Porque o dia de preparação seria no sexto dia. S. Lucas 23:54 e Êxodo 16:22 e 23.
    18. Porque o filho do homem é senhor até do sábado. S. Mateus 12:8.
    19. É lícito fazer o bem no sábado. S. Lucas 6:9.
    20. Jesus fazia milagres no sábado. S. João 9:16.
    21. Porque o sábado é o dia que antecede imediatamente ao primeiro dia da semana logo ele é o sétimo dia. S. Mateus 28:1; Êxodo 20:10.
    22. Os seguidores de Cristo repousaram no sábado depois da crucificação. S. Lucas 23:56.
    23. Paulo e Barnabé foram à Sinagoga no dia de sábado. Atos 13:14.
    24. Os judeus e gentios reuniam-se na Sinagoga nos dias de sábado. Atos 13:42.
    25. O Sábado é dia de oração. Atos 16:13.
    26. João foi arrebatado em espírito no dia do Senhor. Apocalipse 1:10.
    27. Não podemos desviar-nos do sábado. Isaías 58:13.
    28. Cristo não veio destruir a Lei. S. Mateus 5:17.
    29. Porque a Lei é eterna. S. Mateus 5:18.
    30. Porque não podemos quebrar os mandamentos. S. Mateus 5:19.
    31. Porque o homem cuidaria em mudar a Lei. Daniel 7:25.
    32. Somos servos de Deus por isso devemos obedece-lo. Romanos 6:16.
    33. Porque se guardarmos outro dia não estamos de acordo com Cristo e sim com os homens. S. Mateus 15:9.
    34. Se temos certeza de quem é Deus, porque não seguí-lo(pergunta) I Reis 18:21.
    35. Porque as escrituras não podem ser mudadas. Daniel 6:8.
    36. Deus é autor da Lei. Êxodo 20:3.
    37. Porque o 4º mandamento mostra autoridade do domínio do autor da Lei. Êxodo 20:8-11.
    38. Serão salvos os que guardam os mandamentos e tem a fé de Jesus. Apoc. 14:12
    39. Porque Satanás está tentando o povo a não guardar os mandamentos. Apoc. 12:17.
    40. Porque o sábado foi feito. S. Marcos 2:27.
    41. Cristo guardou o sábado. Lucas 4:16 e S. João 15:10.
    42. Devemos andar como Cristo andou. I S. João 2:6, I S. Pedro 2:21, São João 15:10, I S. João 5:3, São João 13:15-17.
    43. Porque Cristo é o mesmo. Hebreus 10:8.
    44. Serão castigados os que não observam o sábado. Jeremias 17:27.
    45. Deus fica irado quando profanamos o sábado. Neemias 13:17-18.
    46. A Lei de Deus é verdadeira. Neemias 9:13-14.
    47. Bem aventurado é o homem que se guarda de profanar o sábado. Is. 56:1,2,6,7.
    48. Deus nos envia uma mensagem com relação ao sábado.Is. 58:13-14.
    49. Muitos ensinadores profanam a Lei. Exequiel 22:26.
    50. Deus está enviando uma mensagem pra desviar o homem do culto falso para o culto verdadeiro. Apoc. 14:7-10.
    51. Deus apresentou razões pra que o povo de Israel guardasse o sábado. Deuteronômio 5:15.
    52. A nossa fé em Deus não anula a Lei. Romanos 3:31.
    53. Os que amam a Lei terão paz. Sal. 119:165.
    54. Deus dá uma garantia aos que observam os seus mandamentos. Is. 48:18.
    55. Quem obedece ao Senhor tem bom entendimento. Salmos 111:10.
    56. Bem aventurado o homem que tem prazer na Lei do Senhor. Sal. 1:12; Rom. 7:22.
    57. Os mandamentos de Deus não são pesados. I S. João 5:3.
    58. Quem não guarda os mandamentos é mentiroso. I S. João 2:4.
    59. Deus considera bem aventurado o que anda no caminho do Senhor. Sal. 119:1.
    60. Porque a Lei é imutável. S. João 3:16; I Cor. 15:3; Ecl. 12:13; S. Tiago 2:8-12.
    61. Porque a Lei é santa, justa e boa. Rom. 7:12.
    62. Porque a guarda da lei é prova de amor para com Jesus. Jo. 14:15; Jo. 15:10; I João 5:2 e I João 2:5.
    63. Porque se guardamos todos e tropeçarmos em um só nos tornamos culpados de todos. S. Tiago 2:10-12.
    64. Porque o apostolo Paulo pregava na Sinagoga no sábado. Atos 18:4.
    65. Porque o sábado hoje é válido. I João 2:7.
    66. Porque Deus não muda. Malaquias 3:6.
    67. Porque é o sinal de Deus com o Seu povo. Ezequiel 20:12.
    68. Porque é o sinal dos que terão a vida eterna. Mateus 19:16-19.

  16. I – A ORIGEM DO SÁBADO

    A – O Sábado Originou-se na Criação
    a) Muitos têm procurado ver na observância do Sábado uma instituição de origem judaica, babilônica, ou até mesmo cananita. . .
    b) Mas o próprio mandamento do sábado, em Êxodo 20, estabelece que o sábado é de origem divina, e que a razão para a sua observância está no fato de que “em seis dias fez o Senhor os céus e a terra, o mar e tudo o que neles há, e ao sétimo dia descansou: por isso o Senhor abençoou o dia de sábado, e o santificou” (verso 11). Portanto o sábado originou-se na Criação, ainda num mundo perfeito, antes da entrada do pecado.

    B – A Natureza Espiritual do Sábado – Gên. 2:1-3
    a) Ao inaugurar o sábado, após os seis dias da criação, Deus concedeu-lhe virtude de salvação (“santificou”), graça (“abençoou”) e paz (“descansou”)
    b) Deus “descansou, não como alguém que estivesse cansado, mas satisfeito com os frutos de Sua sabedoria e bondade, e com as manifestações de Sua glória.
    “Depois de repousar no sétimo dia, Deus o santificou, ou pô-lo à parte, como dia de repouso para o homem.” (Patriarcas e Profetas, p. 47)
    c) E Cristo confirma o propósito do sábado ao declarar que “o sábado foi estabelecido por causa do homem” (Mar. 2:27); isto é, para o seu bem, como um canal de bênçãos ao homem.
    d) “Deus viu que um repouso era essencial para o homem, mesmo no Paraíso. Ele necessitava pôr de lado seus próprios interesses e ocupações durante um dia dos sete, para que pudesse de maneira mais ampla contemplar as obras de Deus, e meditar em Seu poder e bonda- de. Necessitava de um sábado para, de maneira mais vivida, o fazer lembrar de Deus, e para despertar-lhe gratidão, visto que tudo quanto gozava e possuía viera das benignas mãos do Criador.” (Patriarcas e Profetas, p. 48)
    e) Portanto, o sábado é “o repouso divino para a inquietude humana”!

    II – O SÁBADO NO VELHO TESTAMENTO

    A – Durante o Período Patriarcal
    a) Muito embora a Bíblia não apresente referências diretas ao sábado durante o período patriarcal, os patriarcas conheceram uma semana de sete dias:
    – Gên. 7:4; 8:10, etc.; Jó 2:13; Gên. 29:27 e 28
    b) Foi a observância do sábado que preservou o ciclo semanal inalterado desde a Criação do mundo.
    c) “Santificado pelo descanso e bênção do Criador, o sábado foi guardado por Adão em sua inocência no santo Éden; por Adão, depois de caído mas arrependido, quando expulso de sua feliz morada. Foi guardado por todos os patriarcas, desde Abel até o justo Noé, até Abraão, Jacó.” (O Grande Conflito, p. 453).
    – Gên.26: 5

    B – O Sábado Durante o Êxodo
    a) “Em seu cativeiro tinham os israelitas até certo ponto Perdido o conhecimento da lei de Deus, e haviam-se afastado de seus preceitos. O sábado tinha sido geralmente desrespeitado. . .” (Patriarcas e Profetas, p. 258)
    b) Um dos objetivos do êxodo, isto é, da saída dos israelitas do cativeiro egípcio, era o prover melhores condições para a observância do sábado:
    – Sal. 105:43-45; Deut. 5:15
    – A própria palavra “ociosos” em Êxodo 5:8 subentende uma cessação de trabalho físico num determinado período de tempo.
    c) O sábado foi observado pelos israelitas antes da proclamação da Lei dos 10 Mandamentos do Sinai:
    – Êxodo 16: 23
    d) “O milagre do maná durou do 2º mês do êxodo (Êxo.16:1, 14, 15) até ao 1º mês da 40º ano, (Jos. 5:10-12; Êxo. 12:2-11; 16:35). O milagre repetiu-se por 2.000 sábados sucessivos. ” (Modesto Marques de Oliveira, História do Sábado e Domingo, p. 22)

    C – A Lei Dada no Sinai – Êxo. 20:8-11
    a) A expressão “lembra-te” pressupõe familiaridade com o sábado.
    b) “Êxo. 20:11 traça a obrigatoriedade do sábado não à experiência no deserto de Sim” (quando da instituição da dádiva do maná), “mas diretamente à Criação – prova decisiva de que o sábado não se originara no deserto de Sim. (. . .) A obrigatoriedade moral do 4º mandamento, tão freqüentemente negada, pode ser claramente mostrada pela referência à origem de todas as coisas.” (Modesto M. de Oliveira, História do Sábado e Domingo, p. 22)

    D – A Obrigatoriedade Universal da Observância do Sábado
    a) A lei moral dos 10 mandamentos, que inclui a observância do sábado, é de obrigatoriedade universal a todos os homens:
    – Ecl. 12:13
    b) E por esta razão a observância do sábado abrange não apenas os judeus, mas também os gentios:
    – Isa. 56:.1-7

    E – O Sábado como Sinal de Santificação
    a) A Bíblia declara que, após a semana da criação, Deus “santificou” o sétimo dia (Gên. 2:3). Santificar significa separar para uso sagrado.
    b) E a Bíblia acrescenta que o sábado é um sinal divino de santificação:
    – Ezeq. 20:12 e 20
    c) Como a Palavra de Deus afirma que sem a santificação “ninguém verá o Senhor” (Heb. 12:14), a observância do sábado, como sinal de santificação. é indispensável à salvação.
    OBS.: A Bíblia não menciona a idéia da observância de um dia entre sete apenas; o mandamento divino é específico em declarar que “o Sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus” Êxo. 20:10 .

    III – O SÁBADO NO NOVO TESTAMENTO

    A – O Sábado antes da Cruz
    a) A falsa acusação de que Jesus aboliu o sábado originou-se com os fariseus (João 9:16); porém eles nunca puderam apresentar uma acusação contra Jesus, a respeito do sábado, que fosse verdadeira (Mar. 3:1-6; Luc. 14:6). (M. M. de Oliveira, op. cit., p. 34)
    b) Jesus atacou somente a fanática roupagem humana com a qual os fariseus vestiam o sábado (Mar. 7:2, 3 e 8), para torná-lo uma instituição mais benevolente (Mat. 12:12, etc.)
    c) Jesus confirmou a observância do sábado indo à sinagoga aos sábados, conforme o Seu costume:
    – Mar. 1:21; Luc. 4:16 e 31; 13:10
    d) Na verdade Jesus nunca transgrediu qualquer porção da Lei de Deus:
    – João 15:10; 8:46; Mat. 5:17 e 18
    e) E o próprio Cristo declarou que o sábado é o Dia do Senhor (Mar. 2:28).

    B – O Sábado Depois da Cruz
    a) Jesus faz menção ao sábado vigorando após a cruz:
    – Mat. 24: 20 (A destruição de Jerusalém foi no ano 70 AD)
    c) Jesus morreu na 6ª feira da páscoa, na “hora nona”, aproximadamente ás 15:00 hs. (Mat. 27:46-50). E no sábado, enquanto Jesus descansava no túmulo, os Seus discípulos também descansavam, “segundo o mandamento”:
    – Luc. 23:54-56; 24:1
    – Isto indica claramente que a morte de Cristo na cruz do Calvário não aboliu a observância do sábado, antes a confirmou, como um memorial de Sua redenção.

    C – Os Apóstolos Observavam o Sábado
    – Atos 13:13, 14, 27, 42 e 44; Atos 15:21; 16:12 e 13; 18:4 e 11
    a) Há referências bíblicas pata 84 sábados observados após a cruz, pelos cristãos da Igreja Primitiva.

    D – A Prova Real de que Paulo Observava o Sábado, encontra-se nas suas próprias declarações, quando do seu julgamento em Jerusalém: – Atos25:8; 26:4-6
    – “Quando Paulo esteve em Jerusalém pela última vez, os judeus levaram-no a julgamento perante o governador romano. Neste julgamento, os judeus procuraram tudo que puderam encontrar contra Paulo – suas doutrinas bem como sua conduta: (Atos 26:4-6) Eram os mesmos líderes que acusaram a Cristo e a Seus discípulos de transgressores do sábado. Se pudessem encontrar em Paulo qualquer coisa de que acusá-lo como transgressor do sábado, tê-lo-iam feito. Nada encontraram que dizer contra ele neste particular. Antes ouvimos Paulo dizer: Atos 26:4-6; 25:8; 26:7. Paulo jamais poderia haver afirmado isto, houvesse ele abandonado uma das mais sagradas observâncias dos judeus – o sábado.” (W. E. Straw, citado por M. M. de Oliveira, História do Sábado e Domingo, p. 39).

    Portanto o sábado continuou a ser observado pelos verdadeiros cristãos, mesmo após a cruz, da mesma forma como antes; porém, com um duplo significado – como um memorial, não apenas da Criação mas também da Redenção divina.

    IV – A PERPETUIDADE DO SÁBADO

    A – O Sábado na Nova Terra
    – Porém a observância do sábado não limita-se apenas ao período apostólico. Cristo disse que “o sábado foi estabelecido por causa do homem” (Mar. 2:27); portanto, enquanto existir a raça humana sobre a face da Terra, também o sábado estará em vigor.
    – E mais do que isto a Bíblia afirma que nos “novos céus” e na “nova terra” o sábado continuará a ser observado:
    – Isa. 66:22 e 23
    B – De Eternidade à Eternidade
    – Portanto o sábado transcende ao tempo. Ele originou-se no Éden, quando ainda era perfeito, e ele caminha para o Éden restaurado. O sábado é o santuário de Deus no tempo, ligando as duas eternidades.

    CONCLUSÃO
    A Bíblia estabelece a observância do sábado. Ele foi bom para Cristo, e o será também para nós.
    O descanso do sábado é a provisão divina para o homem moderno volver o seu pensamento das inquietudes e perturbações da vida, para o seu Criador-Redentor, que é Cristo.
    Na observância do sábado bíblico, encontramos uma provisão divina de salvação, graça e paz. A promessa divina é: Isaías 58:13 e 14
    Que possamos ser santificados na observância do sábado, no verdadeiro espírito do sábado, que é o descanso na justificação pela fé, nos méritos de Cristo, que é o “Senhor do sábado”!

  17. Réplica ao comentario acima.

    MURILO tu nao sabe nada mesmo de historia eclesiastica!!! 30 mil !
    cara estuda a bilbia a luz da historia e veras que a igreja de roma matou milhoes durante o periodo da supremacia papal que durou de 538 a 1798. 1260 anos (um tempo, dois tempo e metade de um tempo) de perseguicao. quem tu acha que essa Igreja perseguiu durante esse periodo? Os cristaos que por causa de “SUA NOVA DOUTRINA” representava uma “ameça” aos ensinamento de Roma.
    Nao te mete a falar do que tu nao sabe! Sinceramente!

  18. E o velho testamento de que vale???

    Mas porque foi escrito isso (Hebreus 4: 9-11, 2Timóteo 3:15-17; João 17:17, Mt 12:1-14 (cf. Mc 2:23-3:6; Lc 6:1-11) ,(cf. Mt 12:14),Marcos (2:27), Mt 24:20 , Mt 28:1-10 (cf. Mc 16:1-11; Lc 24:1-12; João 20:1-10) , Lc 4:16

    Que texto maravilhoso! Uma declaração absolutamente clara de que era “costume”, ou seja, era um hábito normal de Jesus estar na sinagoga (a igreja da época) no dia de sábado. Ele, como Criador e Mantenedor de tudo, não poderia deixar de lado algo que Ele mesmo criou, santificou, abençoou e deixou como exemplo para toda a humanidade. Este é outro texto que os inimigos do sábado não conseguem argumentar contra, sem distorcer o que a Bíblia está ensinando.

    Que hipocrisia falar que no’s ofendemos voces e nos ofendem assim chamando nos de “SEITA”

    João 14:23 Ele mesmo a viveu como um todo!!!!!!Parece impossível, mas há ainda quem argumente que isto não
    prova que o Sábado existe desde a semana da criação. Aliás,
    afirmam que não foi instituído antes de ter sido dado a Israel, no
    Monte Sinai, e que então só foi dado a Israel por um tempo limitado.
    No entanto, o próprio Jesus Cristo refutou essa noção. Ele
    explicou a alguns que tinham um entendimeto completamente
    incorreto acerca do intento e o propósito do Sábado que: “O Sábado
    foi feito por causa do homem, e não o homem, por causa do Sábado”
    (Marcos 2:27).
    Lc 13:10-14:6 (cf. João 5:9-9:16)

    Novamente Jesus é interrogado sobre a legalidade de se realizarem curas no sábados. É evidente que não se pode usar o sábado como desculpa para não operar o bem ao próximo. Os fariseus, porém, atolados em sua hipocrisia e ganância, preferiam “fechar os olhos” para algo tão claro, revelado no amor de Deus. O texto é muito claro em dizer que os fariseus “nada puderam responder” a Jesus (cf. Lc 14:6).

    Quantas vezes no novo testamento JESUS FALOU SOBRE A GUARDA DO DOMINGO???? ESPERO RESPOSTA.
    Repito a pergunta: Quantas vezes JESUS CRISTO falou sobre a guarda do domingo no novo testamento??? CRISTO ok!

    Nao acho certo fazer isso, Deus é quem sabe quem esta certo ou errado!!

  19. A ta Ezequias, pois me responda, todas as doutrinas protestantes se contradizem, a cada dia são fundadas novas “igrejas” que na realidade são seitas, me responda se Jesus disse “MINHA IGREJA”, Ele foi claro e categórico em afirmar que só existe uma Igreja certo? Qual será das mais de 40 mil denominações protestantes.?

    Se a Igreja como corpo de Cristo é visivel e universal, a Igreja é uma UNICA instituição fundada por Cristo e confiada aos apóstolos, perceba que a Igreja primitiva apostólica era una, assim como a Igreja Católica o é.
    Paz e Bem.

  20. A Verdadeira Igreja sou EU. Quando Jesus fala com Pedro, sobre está PEDRA edificarei a MINHA Igreja. Igreja de JESUS é invisível. E Somente as igrejas (Templos erguidos por homens) baseadas na PALAVRA de DEUS, pode se dizer que segue realmente a CRISTO. Ou seja que é mais membros, independente de denominação e que seja Conforme a Mesma Fé da Palavra.

    Gálatas 3:10-11.

    Todos aqueles, pois, que são das obras da lei estão debaixo da maldição; porque está escrito: Maldito todo aquele que não permanecer em todas as coisas que estão escritas no livro da lei, para fazê-las.
    E é evidente que pela lei ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé.

    Onde está a Lei?!
    Sendo que JESUS falou dos dois Maiores… Amar O PAI, e ao Próximo, o distante, o vizinho, o desconhecido, aos famintos, desabrigados, e os amigos…

    JESUS NOS AMA.

  21. O minha querida se você achar uma Igreja mais perseguida que a Católica me avisa viu? Quantos martires tua Igreja tem?
    A minha só na revolução Francesa foram mortos 30 mil padre e freiras. Quer mais?

  22. Meus queridos, Satanas esta convergendo a cabeça de voces, todos nós sabemos que não tem nada a ver jesus ter ressucitado no Domingo, isso não significa que temos que observar o Domingo seu tolinhos, Se existisse algum mandamento na biblia que voces dizem ter abolido, então a palavra de Deus é mentirosa, por que na biblia fica bem claro que a palavra de Deus não muda, estariamos servindo a um Deus mentiroso, que não é o caso, Vê se voces acordem antes que seja tarde demais, e se voces não se ligaram a igreja Verdadeira seria perseguida, pesquisem e veram que serão os Adventistas.

  23. Os adbventistas não são se não Testemunhas de Jeová que creem na Trindade.

  24. A paz do Senhor Jesus para tdos comentaristas. Sou adventista da promessa….E prego a salvaçao…Não me encomodo se vc aceita ou não o sabado…Só posso te dizer que a palavra de Deus é certa…E que em vez de ficar discutindo isso….Ganhe seu tempo pregando para as pessoas que nao conhecem Jesus ainda …Seremos cobrados por isso… se não quer ir longe vai até seu vizinho que diga que Jesus o ama e que vc está disposto a lutar por ele.Vigiammmmmmmmmm para nao perderem sua salvaçao.

  25. Por que não disse o que Jesus fez após morrer na sexta feira passando a ressuscitar no domingo ? Haveria ele de ressuscitar no ´sabado ? Claro que não ,descansou conforme o mandamento! Mesmo morto ele guardou a lei e esqueceu de mostrar os versículos ,que são muitos ,de Jesus e seus discipulos guardando o sábado .
    Para leigos ,qualquer argumento incluindo o outro como vítima de excluído causa confusão ,dissemina-se discórdia e agrada a satanás ,e o erro se torna verdade .

  26. Parabéns! O blog é realmente esclarecedor.
    Certos comentários de fanáticos religiosos seria um prato cheio para a psicologia.
    Até Freud ficaria perplexo com tamanha loucura.
    Vivemos no ano de 2011 para acreditarmos em tamanha aberração de algumas religiões e emaranhados de palavras que não levam a nada.

  27. No dia que você achar um verso que Jesus diga: Eu aboli o sabado
    Eu vou acreditar em você! Realmente Jesus é o Senhor do Sabado, e não cabe ao homem decidir que dia ele deve adorar! Em NENHUM LUGAR DAS ESCRITURAS SAGRADAS voce vai achar que a lei foi abolida! Na verdade Jesus diz:

    “Não pensei que vim para revogar a Lei ou os Profetas; não vim para revogar; vim para cumprir.
    Porque em verdade vos digo: até que o céu e a terra passem, nem um i ou til jamais passará da Lei, até que tudo se cumpra.”(Mateus 5: 17-18)

    E eu te digo nem tudo se passou então você tem a sua liberdade de escolha mas você não vai me fazer acreditar que o domingo e o dia do Senhor. Isso não é ignorância isso é principio de fé! E ele não vai ser mudado facilmente!

  28. Amada Carolina !

    Este blog é uma bênção dos céus para todos que acessam !

    A minha vontade é a de Deus. Nesse contexto: EXORTAÇÃO, EDIFICAÇÃO, MISERICÓRDIA, etc.

    Não há denominação evangélica perfeita !

    Só apontamos as imperfeições para haver correção, em nome de Jesus Cristo !

    Quem aceita a CORREÇÃO é sábio !

    Que Deus nos ilumine !

    Amém !

  29. ah… me esqueci de falar só mais uma coisa……. perca seu tempo (quer dizer, ganhe seu tempo)… em pregar do amor de jesus…… sei lá no que vc acredita….mas passe mais tempo falando de amor , de jesus,… de amizade…. esqueça um pouco doutrinas… faça um blog de orações a pessoas necessitadas , doentes….. vá visitar um asilo, um orfanato…..esqueça nome de igrejas…..jante com cobradores de impostos, descubra o problema dos necessitados, adote uma criança….. aja como jesus… faça o que ele fez….
    jesus não jugou ninguem…. nem os farizeus que eram cheios de si….
    jesus não jugou….. quem somos nó pra jugar….
    eu faço a minha parte….. não pq acho que assim vou pra um lugar melhor… faço pq amo a jesus e quero ser mais parecida com ele a cada dia…. espero que faça o mesmo….
    estarei orando por vc seja vc quem for.

  30. querido…. gostaria de dizer a vc que antes de falar de qualquer coisa, sobre qualquer religião ou sobre qualquer “seita”… estude um pouquinho mais sobre as mesmas…….
    não só sobre o adventismo…
    antes de ter um blog, site ou qualquer outra coisa participe de uma reunião destas “seitas”…
    quem não passa por uma experiencia não pode reclamar ou criar argumentos contra ela…..
    se um dia tiver o privilégio de estar em alguma dessas igrejas que vc só sabe criticar ai então vc poderá falar por experiencia propria….
    só uma coisa…. jesus veio pra cumprir a lei e não aboli-la…. a lei é o carater
    de deus ….
    se não amamos a lei, estamos dizendo a Deus que seu carater é ridiculo e que qualquer ser humano pode simplismente muda-la ou não segui-la……
    espero que Deus esteja com voçe e que vc possa escolher melhor as palavras e ideias que trata algumas reliogiões.

  31. Graça e paz da parte de Deus, Sr. Carlos !

    1. O post não é meu !

    2. As profecias de Deus estão na BÍBLIA SAGRADA, portanto, não precisamos nos baseiar em “coisas” estranhas à PALAVRA DO SENHOR.

    3. Deus já me PEGOU de jeito e, por isso, SOU DELE e defendo ardentemente o VERDADEIRO cristianismo.

    4. Várias de suas colocações estão corretíssimas, mas nem todas – PENSE NISSO.

    Que Deus nos dê Seu discernimento para nos orientarmos corretamente.

    Amém !

  32. Quando se chama Ellen white de fanática e etc….
    é porque nao conhece a vida e os ensinos da mesma….Ela não é uma papisa da igreja adventista….ele foi uma pessoa muito fiel e que recebeu revelaçoes de
    Deus, e uma pessoa que foi comprovada como verdadeiramente profeta tal qual os escritores bíblicos, embora ela mesmo não fez questao de ser chamada como tal, mas como conselheira da IASD. Em tudo foi um.. “assim diz o Senhor”. Sempre encaminhando para o supremo Pastor Jesus Cristo. Nunca atraindo atençao para si própria…. Conheca mais e deixe de falar besteira sobre esta santa mulher. Para os adventistas nunca seus ensinos tiveram acima das escrituras. Apenas uma luz menor que conduz a uma Luz Maior……cuidado….Deus te pega.

  33. Voce dará conta a Deus por escrever mentiras. Jesus nunca violou o sábado….Era isto que os seus acusadores queriam, matar fome, tirar um animal que está morrendo num buraco, fazer o bem, curar, …está em perfeita harmonia com a santidade do quarto mandamento. Outro fato…Jesus nao citou o dia porque seu público nao tinha problema com relaçao a este mandamento. Eles o guardavam. ….cuidado…pode estar lutando contra as coisas de Deus ….Ele te pega. Ouitra coisa ….adventista nao é seita,,,,,é uma igreja essencialmente cristã….procure conhece-la mais antes de falar..,.percebo que conhece pouco….
    e cuidado o seu dia de guarda foi criado pelo paganismo e adotado pelo catolicismo apostata em 321 dc… “Importa obedecer a Deus e nao aos Homens.”
    estude a fundo sobre o “Dia do Senhor” na bíblia e “Meus sábados” e Seus sábados”.
    O apocalípse fala da Grande Meretriz (A mãe das meretrises)… pense nisso
    Apoc.1:10 (97d.C.) – Que dia era este? pesquise bem nos originais… Carlos

  34. SR.CARLOS BABI
    Lendo uns comentários percebi bem o que está acontecendo!
    Preciso que vc me ache no orkut (se vc tiver um) ou nao sei como ainda, mas preciso lhe enviar um material, espero que nao o negue pois lhe dou de bom grado e para ajudar na nossa luta pessoal de todos os dias, nossa busca constante por sabedoria, conhecimento e Deus.Nao deixe de entrar em contato por favor.Meu e-mail: kenia_psg@hotmail.com
    Obrigado desde já!
    Aguardo alguma manifestação sua.

  35. Favor ler HEBREUS 4 que fica no Novo Testamento da palavra de Deus.
    A Bíblia Sagrada é completa, e em Apocalipse 22, diz que qualquer que acrescentar ou tirar alguma palavra da Bíblia nao terá seu nome no livro da vida.Entao vamos tomar cuidado para nao se apegar a este mundo material e vamos nos apegar a Deus, seu amor e mandamentos, coisas espirituais, que tudo é pro nosso proprio bem, Ele nos deu um dia para descansar e fazer a Sua vontade porque sabia que o homem nao ia ter tempo nem pra Deus, nem pra ele proprio.Porque nossa casa nao é aqui, é ao lado do Pai, se “alguem” (inimigo, mais precisamente constantino por Roma – Igreja católica), bem sabemos quem inventou outro dia (domingo) que ninguem descansa e eleva o pensamento a Deus de verdade, meus irmãos amo todos vocês, nao quero discutir, apenas abrir seus olhos para tudo que acontece e aconteceu e nao sabemos ou nao vemos.
    Ezequiel 20:12 e Hebreus 4 …tirando várias outras passagens, se tiverem alguma dúvida, entre em contato.

  36. Oi, favor ler HEBREUS 4 que fica no NOVO TESTAMENTO.

    Obrigado.

  37. Este artigo já começou errado ao usar uma imagem com referência aos Testemunhas de Jeová, que não se aplica aos Adventistas.

    E o restante do artigo mostra o despreparo do autor para com a história VERDADEIRA da Igreja Adventista do 7º Dia.

    Sugiro que deixem de se basear apenas no CTRL+V / CTRL+V e parem para ler um livro que conte de fato a história deste denominação.

  38. Os adventistas dizem que todos são filhos de DEUS independente se guardam sáb., dom. ou quarta, é bem verdade que o sábado é guardado hoje pelos adventistas como vc cita as escrituras “o sábado foi feito por causa do homen…” e devemos descansar ,ter um recreio da semana de trabalho,ter contato com DEUS desligados das coisas seculares,e então vem exodo 20:8-11 (…separe o sábado p/ descansar é ordem minha….6 dias trabalharas ….tua visita ñ vai trabalhar na tua casa nem teus filhos, nem teus animais,…porque em 6 duas fez o senhor o céu e a terra …e descansou no sétimo…) pois é um dia especial segundo DEUS(…por isso DEUS abençoou o sétimo dia,descansou e declarou santo este dia…) gen2:1-3, ñ que estivesse cansado da obra da criação mas para dar o exemplo, como foi dado por cristo e os apostóstolos no novo testamento, atos16:13(no sáb.fomos a margem de um rio onde já imaginavamos que se reuniam p/ oração), mat12:12 o sáb. ñ é ficar inútil, sim fazer boas obras, existe grande diferença entre os 10 mandamentos lei moral de DEUS e a lei cerimonial dos judeus. ” tem verdades no seu texto!, mas penso que há muita opinião pessoal que não condiz com o que acreditamos ou somos”.
    “O sacrifício de Cristo em favor do homem foi amplo e completo. A condição da EXPIAÇÃO tinha sido preenchida. A obra para que viera a este mundo tinha sido realizada. Ele conquistara o reino’. Atos dos Apostolos-ELLEM WHITE
    OBRIGADO POR PERMITIR A EXPRESSÃO DE TODOS

    http://www.sabado.org
    Passagens do Novo Testamento

    O Senhor, reverenciado e adorado ao se guardar o Sétimo Dia, é Jesus Cristo, o ‘Senhor do Sábado’. Marcos 2.28.

    Guardar o Sétimo Dia é uma demonstração de nosso amor a Deus (João 14.21).‘O cumprimento da Lei é o amor’ (Romanos 12.10); ‘E o amor é este, que andemos segundos os Seus mandamentos’ (2 João 6); ‘Nisto conhecemos que amamos os filhos de Deus, quando amamos a Deus e praticamos os Seus mandamentos. Porque este é o amor de Deus, que guardemos os Seus mandamentos’. 1 João 5.2-3.

    Jesus teve por costume guardar o Sábado e freqüentar a igreja neste dia (São Lucas 4.16; 13.10) e os cristãos têm como objetivo seguir o exemplo dado pelo Mestre.
    Segundo a afirmação do nosso Criador, Ele estabeleceu o Sábado por nossa causa, isto é: nós, os humanos de todas as épocas, necessitamos do Sábado (Marcos 2.27).
    Como Jesus nos disse que ‘nem um i ou um til jamais passará da lei’, então a guarda do Sábado continua em vigor hoje, pois o céu e a terra ainda não passaram, mas existem, e o Sétimo Dia é um dos itens da Lei (São Mateus 5.18).
    A disputa entre Cristo e Seus inimigos judeus era a respeito da maneira corretade se guardar o Sábado e não em relação a guardar outro dia. Mateus 12.9-12; S. Marcos 2.23-28; 3.1-6 etc.
    Jesus recomendou que Sua Igreja guardasse o Sábado quarenta anos após Sua ressurreição. Mateus 24.20.
    O apóstolo Paulo guardou o Sábado tanto entre os gentios (Atos 16.11-13), como entre os judeus. Atos 17.2; 18.4,11; 13.42-44.
    A fé não anulou a Lei dos Dez Mandamentos, antes a confirmou (Romanos 3.31). Então a fé em Cristo, em Sua graça, não anulou o Sábado.

    Os cristãos guardam o Sábado não para se salvar, mas porque que foram salvos por Jesus lhes ter creditado Sua morte e Sua vida de perfeita obediência à Lei [2 Coríntios 5.21; Romanos 5.19; São João 15.2.
    Afirmar que amamos a Jesus, e não guardar um dos Dez Mandamentos, seria declarar-nos mentirosos. 1 João 2.4.
    Não existe nenhum mandamento abolindo ou alterando a santificação ou a guarda do Sábado, isto tanto no Antigo como também no Novo Testamento.
    No Novo Testamento não existe nenhum mandamento para se guardar o domingo [Primeira Feira].
    Lei do Amor ou seja: a Lei da Liberdade em Cristo, a Lei dos Dez Mandamentos Tiago 2.10-12.
    guarda os mandamentos de Deus’. Apocalipse 12.17. Logo guarda também o santo Sábado do Senhor.
    O Sábado é o sinal de Deus (Ezequiel 20.12;20.20), então, é, igualmente, o sinal do Filho do homem, pois Jesus é Deus (S. João 1.1). Como há, e haverá, intensa disputa entre o Sábado [Sétimo Dia] e o Domingo [Primeira Feira], antes da volta de Jesus, Deus escreverá no céu o quarto mandamento [isto é: o sinal de Deus], pois Jesus afirmou: ‘Então aparecerá no céu o sinal do Filho do homem; todos os povos da terra se lamentarão. Mateus 24.30.

  39. Vc se refere à ESCATOLOGIA como “futurismo sul-real apocalíptico” ?

    Ou que a fé cristã de “muitos” apenas enfoca demasiadamene as questões apocalíptica ?

    Percebo que vc é uma pessoa muito instruída na Teologia, mas sou apenas um NOVO CONVERTIDO (1,5 ano) e que só leu (não estou cursando Seminário Teológico) Mt; Mc; Lc; João, At; Rm; I e II Cor; Gl e ainda estou lendo Ef. Portanto, peço desculpas pelos lapsos de não entender bem o que escreves !?

    Faço o que posso, mas o que faço é unicamente para honra e glória do Senhor !

    Que a Paz do Senhor esteja convosco !

  40. “o que passou disso é a vontade do homem.” Aldo, abraços fraternos.
    A prefalada afirmação não foi devidamente entendida no comentário supra, haja vista que não discuto o Canon escriturístico, muito pelo contrário estou afirmando-o.
    Entenda que as afirmações do Cristo Judeu e de seus apóstolos, e que foram tratadas pela igreja como profecias remotíssimas, quando na verdade tudo se cumpriu cabalmente cf. declarado pelo Senhor aos seus apóstolos.
    Quando me refiro à vontade do homem, estou simplesmente deixando claro, evidenciando e/ou tornando notório a quem essas palavras escritas ler, que em todo relato bíblico nada consta desse futurismo sul real apocalíptico tão reverenciado pelos hodiernos cristãos, e, a saber, também sou crente, todavia, com mais de meio século de existência, e perplexo vejo o simulacro matrixiano em que foi envolvida a fé cristã.
    Abraços.

  41. Graça e Paz, Sr. Carlos Babi !

    Os Apóstolos e os livros no NOVO TESTAMENTO não foram uma criação do HOMEM. Foi mandamento de DEUS que, através de Santo Espírito, os inspirou e ditou o que queria que fosse escrito.

    O CANON (sem os apócrifos) é PERFEITO e SUFICIENTE, pois foi a VONTADE DO SENHOR que assim o fosse.

    Não há DOUTRINA na Bíblia que tenha sido ali aposta que não fosse da vontade do Senhor dos Exércitos. Lgo, foi sua vontade.

    O que algumas Igreja$ vem fazendo não é aplicar a Doutrina dos Apóstolos, e sim, aplicar sua própria doutrina confusa e, muitas vezes, contrárias à Bíblia Sagrada.

    PEÇAMOS DISCERNIMENTO AO SENHOR E NOS SERÁ DADO !

  42. Graça e Paz Sr. Henrique Dias !

    Meu presado ! Somos salvos pela Graça e não por cumprir a lei judaica (as Epístolas de Paulo aos Coríntios deixam muito clara a questão da denecessidade do legalismo).

    O 7º dia é uma grande icógnita com a vinda de nosso Salvador (quando de seu ministério, conf. Evangelhos), JESUS CRISTO, e o aperfeiçoamento da LEI DE DEUS.

    Não dissipem a inutilidade da vinda do Senhor, que foi erguido ao madeiro para nos salvar.

    NÃO ESTAMOS OBRIGADOS A CUMPRIR A LEI ANTIGA, pois que a SALVAÇÃO nos foi DADA gratuitamente para TODO AQUELE QUE NELE (JESUS) CRER.

    Leia a Bíblia !

    Sem mais para o momento.

  43. O profundo paradoxo do cristianismo pós-apóstolico é crer no Cristo, e não crer na sua palavra, haja vista toda teologia imaginada já realizada, sem pelo menos atentar para um simples pronunciamento do objeto maior se toda teologia, a saber: O Cristo. São palavras dele aos homens que ele escolheu para si mesmo, homens que olharam seus olhos, tocaram em sua carne, comeram e beberam com Ele.
    Jesus ao enviar seus apóstolos cujos nomes são claramente descritos no evangelho segundo Mateus cap 10; 1-4, lhes fala clara e enfaticamente no verso 23; “Quando, porém, vos perseguirem nesta cidade, fugi para outra; em verdade vos digo (Jesus está falando aos apóstolos) que não acabareis de percorrer as cidades de Israel antes que venha o filho do homem. Posteriormente, aos mesmos apóstolos ele reafirma:” Pois o Filho do Homem virá na glória de seu pai, com os seus anjos, e então recompensará a cada um segundo as suas obras. Em verdade vos digo, alguns dos que aqui estão não provarão a morte até que vejam o filho do homem vindo em seu reino. Mateus16. 27,28. Jesus falou desse evento por muitas outras vezes nos evangelhos, e, seu irmão Tiago afirmou isso aos judeus dispersos de seus dias, a saber: “Sede vos, igualmente perseverantes. Fortalecei o vosso coração, porquanto a vinda do Senhor está próxima. Tiago 5:8. Outro apóstolo de Jesus ao escrever aos peregrinos de sua época que estavam dispersos nas regiões existentes naquela ocasião, tais como: Ponto, Gálacia, Capadócia, Província da Ásia e na Bitínia (1ª Pe. 1:1) falou-lhes da seguinte maneira: Ora, está muito próximo o fim de todas as coisas; portanto, tende bom senso (sede sóbrios) e vigiai em oração. Quem daria tais conselhos sem conhecimento de causa? Bom! João o apóstolo querido também esclarece o assunto aos crentes postos pelo Senhor sob os seus cuidados, veja:” Filhinhos, ESTÁ é A ÚLTIMA HORA; e como ouvistes que o anticristo está vindo, também AGORA muitos anticristos têm surgido. POR ISSO SABEMOS que é a última hora. 1ª João 2:18. Na Verdade o cristianismo pós-apóstolos é uma simulação. Fala-se de Cristo, mas não se acredita nas suas afirmações, diz-se que é a doutrina dos apóstolos que norteia esse simulacro cristão que do verdadeiro Cristo nada possui. O Verbo eterno não se fez carne para encabeçar esse cri$tianismo alegórico que se vê pelas ruas e TVs, Jesus não veio vaticinar um futuro remoto, mas veio cumprir tudo o que dele fora dito no passado (Lei, Salmos e profetas) o que passou disso é a vontade do homem.

  44. olha sou adventista do setimo dia e amo a igreja de DEUS, nao tenho duvidas que a igreja adventista do setimo dia é a igreja de DEUS por mais que alguns fariseus tentem dizer, procurarem chifre na cabeça de cavalo, e distorcer as escrituras, esses fariseus nao conseguirao destruir essa que é a menina dos olhos de DEUS, e que esta crescendo cada vez mais no mundo todo (louvado seja o nome de DEUS), leiam o que esta escrito em 1ª joao cap. 2:3 e 4. e voces verao claramente, que estao enganando e sendo enganados.Que o ESPIRITO SANTO DE DEUS os ensine a verdade!!!! amem.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s